UM NOVO CONCEITO EM APRENDER E CONHECER, EM TROCAR INFORMAÇÕES E IDÉIAS SOBRE O QUE HOJE NO DIA A DIA APRENDEMOS A CHAMAR DE NOSSO PC

6 de mar de 2011

CENSURA NA NET?

ist2_221017_stop

Não há mais como negar que o mundo de hoje já não é o mesmo de ontem; e esta expressão não quer dizer geograficamente, politicamente e economicamente. Mas, sim, virtualmente e informaticamente.

Noticias que antes demandavam tempo para o domínio publico e ate mesmo para os meios de comunicações disponíveis, hoje em questão de segundos, e até mesmo de um simples ¨clic¨ já pode ser considerada no minuto seguinte sem valor. E tudo isso graças a uma rede que interliga cada vez mais computadores caseiros, empresarias e de lans chamada Internet, carinhosamente abreviada de Net.

E não será mais de estranhar que noticias comuns e ate importantes sejam primeiro divulgadas na rede para depois cair nas malhas das rede de comunicações. Isso porque o trafego constante de informações na rede utiliza protocolos diferentes que cada vez mais as torna mais ágeis e eficientes para o conhecimento publico, divergente ainda de que nos meios de comunicação e necessário câmeras, editores, imprensas e outros protocolos que fazem as informações trafegarem mais lentamente.

No entanto, se a Net cada vez mais tem como objetivo tornar mais ampla e ágil todos os patamares de comunicação e conhecimento, infelizmente ainda ha uma parcela que vê nisso uma forma de divulgar e disseminar formas de preconceitos, ideias racistas, apologias a violência e sem contar a infinidade de banalidade que são divulgadas constantemente na net. Redes sócias que tem o cunho de aproximar virtualmente pessoas que comungam de um mesmo ideal, hoje são exploradas por pedófilos, chantagistas e os conhecidos ¨Dom Ruans¨  da Net, que encontram pessoas fáceis de serem manipuladas pela ingenuidade ou por quererem seus cinco minutos de gloria.

Logicamente que não se deva pensar numa forma de Censura On-Line porque medidas punitivas já existem em varias formas de categorias que atenuam ou cerceiam em muito as investidas nas mais variadas formas de crimes virtuais, no entanto, uma conscientização educativa e moral de quem utiliza a rede poderia ser uma medida que gradativamente ira modificando os patamares da Net para um uso mais saudável e menos arriscado.

Não seria de má ideia que antes de postar, divulgar ou expressar cada qual fizesse uma analise mais criteriosa e racional da importância que outros poderão usufruir do que estará sendo divulgado. Cada qual que utiliza a Rede, seja onde for, aprender a ser responsável pelo que divulga na Net, seja escrita, seja uma opinião, um vídeo e ate mesmo um comentário, talvez o montante de inutilidade que hoje corre a Rede poderia diminuir para uns quarenta por cento e quem sabe daqui a dez, quinze ou vinte anos para setenta por cento e finalmente para os cem por cento de uma Internet solida, respeitável e de uso limpo e saudável?

E só questão de refletir… e de ser responsável por seus atos  e intenções…

NOSSO PC